Archive for the ‘Cervejas’ Category

Missão (quase) Impossivel.

12/06/2011

Que a Heineken é uma das melhores cervejas do tipo Larger para se beber não é segredo para ninguém; seja em  latinha, long neck, garrafa de 600 ml ou a grande estrela da campanha, o Barril de 5 litros. Agora um segredo para muitos(senão para todos) é tentar reaproveitar este monte de aço.

Não, não estou falando em fazê-lo virar vaso de flor ou porta objetos, mas sim de encher o recipiente com o líquido precioso novamente.

Eu nunca consegui, mas  o sujeito do vídeo deu um jeito…

Depois de ver e rever o vídeo,  a dica Drunkbird é:

Acabou o seu barril de Heineken? Pare de ser mão de vaca e compre outro rapaz!

Anúncios

Cerveja de Mulherzinha

05/06/2011

Cerveja é mesmo bebida de macho?

Eu, como única representante do sexo feminino nesse blog, me sinto na obrigação de dizer que isso é “cunversa”.

Mas esse papo de bebida máscula deve ter um fundamento, não? É que a maioria das mulheres gostam de um sabor mais doce, como o vinho. E para essas (as menininhas frescas, tipo a Sandy, que não sabem apreciar uma boa cerveja) eu indico a Kriek Boon.

Pra quem não sabe existem as cervejas Ales (de alta fermentação) e as Lagers (de baixa fermentação). Porém, a Kriek Boon entra em uma terceira categoria, que são as cervejas de fermentação espontânea, ou seja, não recebem adição de fermento no processo de fabricação. Mais uma particularidade a torna especial: cada litro de cerveja recebe pelo menos 250g gramas de cereja. É, a fruta mesmo, adicionada inteira via maceração, resultando em uma cerveja de paladar ácido-doce, com uma bela espuma e baixa graduação alcoólica (4%).

Pra quem já torceu o nariz pra Kriek Boon por conta das várias “frescurinhas” é bom ter em mente que é uma cerveja para se beber em ocasiões especiais e não em um happy hour ou na frente da TV assistindo a um jogo de futebol. Seu preço camarada serve de exemplo, uma garrafa sai em torno de R$30,00.

Curiosidade: a Kriek Boon ganhou medalha de ouro do Monde Selection, instituto independente localizado em Bruxelas que atesta a qualidade de produtos de consumo. Mas, na real, eu ouvi dizer que legal mesmo é ficar arrotando Halls de cereja o resto do dia.

A dica está dada. E se for beber uma bela cerveja, me ligue.

A Cerveja que te deixa em PÉ

22/04/2011

Nos últimos dias o assunto mais comentado no mundo inteiro é o casamento real do  príncipe William com Kate Middleton, que será realizado no dia 29 de abril,e será visto por mais de 2 bilhões de pessoas.

Você deve estar se perguntando o porquê desta notícia no nosso blog de cachaceiros, e o motivo é a inusitada “breja” que a cervejaria escocesa Brewdog criou especialmente para o pupilo de Charlie e Diana, que contém Viagra! Isso mesmo, o remédiozinho milagroso dos Deuses está na composição da cerveja que se chama Royal Virility Performance (algo como Performance da Virilidade Real)

A Royal Virility Performance é vendida na internet direto pelo site da empresa e se você quiser levantar o falecido beber a exótica cerveja ela custa 10 libras a garrafa, mas corra pois há somente 1.000 unidades disponíveis, e dizem as más línguas que há uma carga grande indo para o palácio de  Buckingham!

Cerveza dos Equis – Charlie Harper’s Beer

30/03/2011

https://i2.wp.com/28.media.tumblr.com/tumblr_lf547n5u401qcvov1o1_400.jpg

Que me perdoem os sócios do DrunkBird, mas não podia deixar de fazer uma postagem oficial sobre os assuntos pertinentes a este blog o quanto antes.

Citarei rapidamente um produto que representa uma das principais paixões do brasileiro: a cerveja…

A escolhida de hoje não é necessariamente nascida e fabricada em terras tupiniquins, mas de qualquer maneira merece nossa atenção pela qualidade:

…Cerveza Dos Equis

Não é a toa que o rei das baixarias sitcom’s  Charlie Harper ( ou Charlie Sheen? Nem ele deve saber mais) vira e mexe aparece aparecia tomando uma long neck dessas em Two and the Half Man.

A breja de nacionalidade mexicana, fabricada em Monterrey é perfeita pros dias em que temos a sensação de  estar indo de encontro ao capiroto com uma escala no deserto do Saara.

(Para o bebedor profissional, a história dos dias quentes é balela, pois uma cerveja de boa qualidade cai bem até nos dias mais ignorantemente frios.)

Brincadeiras a parte,  a Dos Equis tem um sabor muito similar a Heineken, porém sem o amargor típico de boa parte das cervejas holandesas.

O teor alcólico nem é lá tão alto assim: apenas 4,5% e pelo sabor leve, deve cair fácil no gosto do públicoo assim que a marca resolver investir melhor nas prateleiras de supermercados e em promoções nos bares, botecos e restaurantes espalhados pelo País.

Facilmente ingerida em  uma, duas ou várias garrafas.

Na humilde opinião de quem vos posta, pode ser considerada tranquilamente em pé de igualdade com a Supra Sumo das baladas já citada anteriormente, a Heineken.

https://drunkbird.files.wordpress.com/2011/03/dos_equis_special_l.jpg?w=216


%d blogueiros gostam disto: